Modelos de barras antipânico

Como já vimos aqui, em artigos anteriores, a principal função de uma barra antipânico é garantir a saída das pessoas de um ambiente de forma rápida em casos de emergência, com o mínimo de esforço físico, independente do uso de chave ou qualquer outro objeto . As barras antipânico devem ser utilizadas de forma correta de acordo com sua utilização. Para portas corta fogo devem ser usadas barras aptas para uso neste tipo de porta , pois necessita possuir características técnicas para esta finalidade. Portas com alto fluxo também merecem uma atenção especial pois necessitam de alta resistência. Agora, você sabe quais são os dois modelos de barras antipânico? Neste artigo, vamos mostrar para você os dois principais deles: touch e push.

Tipo PUSH Os modelos, do tipo PUSH ou de alavanca, são os mais utilizados por possuírem um custo menor e uma alta segurança. Ela possui um sistema tradicional de acionamento por alavanca e fica instalado através de dois suportes e um tubo de acionamento. Pode ser instalada em portas de uma folha (simples) ou de duas folhas (dupla) e pode ser utilizado acessórios como o switch. Na Disafe, a alta qualidade dos materiais e a tecnologia de fabricação proporcionam um excelente desempenho e uma ampla durabilidade. Ela oferece muitas soluções e pode ser instalada em portas de todos os materiais, inclusive porta de vidro temperado e portas corta-fogo.

TIPO TOUCH A barra antipânico, do tipo TOUCH, aqui na DISAFE, é segura, elegante e de alta resistência. É um modelo que fica fixo à porta , sendo mais compacto e bonito visualmente. Ela possui sistema de travamento opcional que possibilita deixar a porta aberta e pode ser usada em portas de saída de emergência com grande fluxo de acesso. Pode também ser instalada em portas de uma folha (simples) ou de duas folhas (dupla), além de possuir a possibilidade de alarmes de acionamento interno.

DISAFE: resistência e segurança a favor do seu projeto. Consulte nossa empresa para mais informações.

É necessário fazer manutenção nas barras antipânico?

Vou começar este artigo dando logo a resposta. Sim, é importante fazer a manutenção da sua barra antipânico. Inclusive, preparamos algumas dicas neste artigo para você:

Dicas

Para fazer a manutenção da barra antipânico é necessário fazer uma vistoria prévia, verificar se tem peças quebradas, fazer o teste de fechamento da porta corta-fogo e da barra, tudo como pede as normas de segurança.

Atenção

Ao fazer a manutenção da barra antipânico é necessário um técnico experiente e conhecedor de cada peça, para não danificar o equipamento na hora de manusear.

A manutenção da barra antipânico também pode ser feita quando a barra estiver instalada em portas de outros modelos, como de madeira, portas de vidro e portas de ferro.

Muito cuidado

Se depois de fazer a manutenção verificar que a barra antipânico não apresenta condições de recuperação, é preciso checar, antes de instalar outra nova, se a furação é a mesma, a fim de evitar furos na folha, principalmente se for em portas corta-fogo.

Dicas de manutenção

Limpeza do equipamento: faça a limpeza externa com detergente neutro. Não use produtos muito forte para não prejudicar o acabamento da barra antipânico.

E lembre-se…

As portas corta-fogo que forem receber barra antipânico devem possuir um reforço para aumentar a espessura da área de fixação e proporcionar maior firmeza e, consequentemente, maior durabilidade da barra na porta.

Quer mais informações ou dicas de manutenção? A DISAFE pode ajudá-lo.

Conte sua dúvida para nós

Barra antipânico dupla: o que são e para que servem?

Como já vimos aqui, uma barra antipânico (também conhecida como barra de travamento, dispositivo de saída ou barra de pressão) é um tipo de equipamento que permite abrir a porta rapidamente em situações de emergência.

Quando a barra é empurrada ou pressionada, ativa um mecanismo que destrava a porta, permitindo que os ocupantes saiam rapidamente do prédio.

Geralmente, portas equipadas com barras antipânico são usadas em edifícios comerciais e em espaços públicos, como cinemas, hospitais, shoppings, casas noturnas, edifícios, entre outros.

As portas duplas são portas de duas folhas que são uitlizadas quando é necessário uma quantidade maior de portas de saída de emergência para comportar a evacuação segura da população do ambiente. É importante que ambas as portas possam ser abertas independentes. Não podendo haver a necessidade da abertura de uma para depois poder abrir a outra.

Eficácia comprovada

As barras antipânico passaram a ser uma necessidade básica em lugares públicos e com um grande aglomeração de pessoas, umas vez que possuem eficácia comprovada para facilitar a evacuação das pessoas e desta forma salvar vidas no caso de um desastre, um incêndio eminente ou uma situação de pânico.

Porta corta fogo dupla

A porta corta fogo é resistente a altas temperaturas e é usada para garantir maior proteção contra incêndios, pois impede a passagem de fogo ou fumaça entre os diferentes locais, sendo útil, também, para a fuga de pessoas e para resgates.

Ela pode ser simples (apenas 1 porta) ou dupla (2 portas) e deve estar dentro das normas da ABNT NBR 11742. Para saber qual a quantidade e qual a medidas das porta para seu estabelecimento, na hora da instalação, é necessário seguir a orientação de um profissional e a legislação da sua localidade.

Portas corta fogo duplas que são rotas de fuga devem ser instaladas com barra antipânico conforme a ABNT NBR 11742

Se você quer contratar uma empresa para instalar ou fazer a manutenção de barras antipânico , a DISAFE pode te ajudar. Contate com nossa equipe já!

Como garantir segurança contra incêndios na empresa?

O fogo não tem hora e nem local para acontecer, pode trazer consequências irreversíveis como a perda de vidas e grandes prejuízos financeiros. Por isso, é necessário que as edificações adotem as medidas de segurança preventivas contra incêndio e pânico para a proteção à saúde, à vida das pessoas e para a preservação do seu patrimônio.

Investir em segurança 

Investir em medidas de segurança e informação contra incêndios é fundamental para as empresas. Afinal, apenas com esse trabalho preventivo é que os colaboradores poderão compreender o que é necessário fazer de imediato no caso de ocorrências desse tipo.

Portas corta-fogo

A porta corta-fogo tem a função de impedir que o fogo e o calor se multipliquem e atinjam outras salas ou outros pavimentos. Elas são feitas de aço galvanizado com proteções internas de mantas térmicas.

Em prédios é fundamental que haja portas corta-fogo. Pois, se, por exemplo, pegar fogo no segundo andar de um prédio, a porta evitará que o fogo atinja as escadas. Assim, as pessoas que estão no andar de acima conseguirão descer sem serem atingidas pelo fogo e os bombeiros poderão subir.

A porta corta-fogo deve suportar um certo limite de tempo de exposição ao calor que, em média, é de 90 minutos. Como medida de segurança, ela deve manter-se sempre fechada.

Caso a porta corta-fogo tenha alto fluxo a mesma poderá manter-se aberta, porém deve ser instalado sistema de eletroimã interligado ao sistema de incêndio da edificação, que ao ser acionado o mesmo fecha as portas automaticamente para a mesma ter sua função executada. As ferragens que sustentam e mantem a porta fechada devem estar em perfeitas condições de uso.

As dobradiças e fechaduras devem possibilitar a abertura e o fechamento automático da porta.

O Uso das barras antipânico são indicadas para portas de alto fluxo, em salas, pavimento ou setores que comportem mais de 100 pessoas e em portas que dão acesso para a área de descarga do prédio (a última porta da escada).

Deve-se evitar usar calços, pedras ou fixadores em portas corta fogo. Para mais informações deve ser consultada a norma ABNT NBR 11742.

Porta corta-fogo aberta em um incêndio não tem nenhuma função.

Vale lembrar que existem leis municipais e estaduais, bem como normas regulamentadoras válidas em nível nacional que obrigam as empresas a investirem em segurança contra incêndios e pânico.

Entre em contato conosco:
E-mail: contato@disafe.com.br
0800 727 0760 | WhatsApp: 11 25330620

Tamanho da barra antipânico

Uma dúvida muito comum entre profissionais e usuários de Barra antipânico é o tamanho ou o comprimento mais adequado da barra de acionamento. A Barra antipânico é um elemento de segurança fundamental e ela possui uma norma técnica que determina as condições de fabricação e de instalação no Brasil. A Norma atual, a NBR 11785 informa que o comprimento efetivo da barra de acionamento pode ser de até 200 mm menor que o vão livre da porta para portas de uma folha e de até 380 mm em portas de duas folhas.

Leia +
Leia mais “Tamanho da barra antipânico”

Dicas de segurança para locais com grande quantidade de pessoas


Costumamos frequentar locais com aglomeração de pessoas e com risco de ocorrência de situações de emergência e pânico. Locais como shopping centers, supermercados, auditórios, cinemas, teatros, hospitais, hotéis, clubes, casa de festas, shows, parques, estádios, ginásios, etc. Aqui listamos algumas dicas que sempre devem ser observadas quando entramos em um local deste perfil:

  • Busque identificar a lotação do ambiente: Alguns locais tem o limite de pessoas identificadas na porta do local. Atente-se para que este limite esteja sendo respeitado. Quanto maior a aglomeração maior deverão ser os cuidados. Os ambientes, com o decorrer do tempo, aumentam sensivelmente a sua lotação sem que percebamos.
  • Verifique se a entrada principal do local tem sentido de abertura no sentido da fuga, se a mesma tem uma abertura suficiente e que não esteja interrompida por roletas, móveis, etc.
  • Procure imediatamente a existência de outras saídas de emergência. Em locais com mais de 100 pessoas é obrigatório o uso de barra antipânico na saída de emergência.
  • Verifique se as saídas de emergência estão sinalizadas, equipadas e desimpedidas. Abra a porta e verifique se as condições do local de fuga estão livres e sem nenhum obstáculo como: móveis, caixas, veículos, decoração, etc
  • Caso identifique algum impedimento comunique-se com o responsável pelo local e não sendo resolvido comunique-se de imediato com a autoridade policial ou os bombeiros através do telefone e retire-se do local.
  • Em locais amplos como supermercados, shopping centers e centro de eventos acompanhe sempre a sinalização para identificar a saída de emergência mais próxima do seu local.
  • Verifique se o local tem extintores de incêndio de fácil acesso.
  • Em estádios ou grandes shows marque um ponto de encontro fora do local em caso de uma evacuação.

Contraste de cor entre a barra antipânico e a porta

A barra antipânico como o próprio nome já diz tem como função evitar o pânico. O Pânico é uma sensação de risco eminente, normalmente relacionado ao medo de perder a vida. Situações que podem gerar o pânico em locais públicos são: tiros, brigas, explosão, desabamento, gritos, boatos, etc. Quando uma pessoa está sob pânico os seus instintos de sobrevivência ficam muito em alerta e há uma perda de controle emocional na busca de uma saída para a situação. Desta forma uma barra antipânico instalada de forma mais visível em uma porta, proporciona ainda mais segurança para os usuários.

Leia +

Leia mais “Contraste de cor entre a barra antipânico e a porta”

Dicas de Verão Disafe

O Verão está cada vez mais próximo e, em um país quase totalmente tropical devemos buscar maneiras para nos refrescar no dia a dia quando não podemos ir para a praia. Uma opção muito recorrente em escritórios e até mesmo em nossas residências é o Ar-condicionado.
O aparelho geralmente está associado à uma elevação no valor da conta de luz, pois seu consumo de energia é relativamente grande. Pensando nisso, a Disafe trás uma dica valiosíssima para todos: a utilização das molas aéreas para manter portas fechadas em ambientes climatizados.

Leia +

Leia mais “Dicas de Verão Disafe”